NOSSA VIDA

A primeira tentativa de engravidar

Em dezembro de 2010, a minha primeira tentativa de engravidar foi uma grande decepção, e, ao mesmo tempo, o início do nosso sucesso. Após uma série de doses hormonais, via injeções na barriga, e mais de duas por dia, descobri os medicamentos não faziam quase efeito em mim, apesar de não ter sido constatada nenhuma impossibilidade de gravidez natural em mim. A médica me denominou de “a-responder”, pelo que me lembro.

Para entenderem, o tratamento é mais ou menos assim: ultrassom para verificar a situação do útero; início da aplicação das injeções para estimular a ovulação; acompanhamento do desenvolvimento/crescimento dos folículos, por ultrassonografia; mais injeções para os óvulos serem liberados; mais injeções para o óvulo não sair antes da hora; data marcada com hora exata para punção dos óvulos; aguardar a fertilização durante uns 3 ou 5 dias para formação dos embriões, in vitro; retorno à clínica de fertilização para transferência dos embriões formados para dentro do útero da mulher. Lembre-se que esta é minha visão leiga sobre o assunto, e que tem vários tratamentos para engravidar bem mais simples.

Tendo em vista que ainda existe muito preconceito com relação à fertilização, é importante ressaltar que se trata de mero tratamento para facilitar a gravidez. É comum surgirem discursos que consideram a fertilização contra a ordem natural das coisas, ou que o casal que procura tais meios estaria contrariando os designíos de Deus. Nada mais dolorido e insensível do que ouvir isso. Outro questionamento corriqueiro é sobre a existência de vínculo de sangue entre o filho gerado e os pais do bebê fertilizado.

Em primeiro lugar, em regra, o material genético colhido (óvulo e esperma) é do próprio casal (meu caso), o que a técnica de fertilização faz é facilitar a gravidez apenas. Com o mesmo enfoque simplista, respondo àqueles que criticam os tratamentos para engravidar, antes de falar se informe, leia, pergunte a um profissional da área, e digo que, se a mulher forma óvulos e o marido tem o esperma, e que da junção dos dois surge um bebê, por que dizer que Deus não quer a pessoa tenha filhos? Há mais mistérios entre os céu e Terra do que se possa imaginar.

E, acima de tudo, é melhor não criticar as escolhas e crenças de outras pessoas sem conhecer suas dores, suas verdades, suas lutas, seus sentimentos, e sem nunca ter passado por isso. Sabiam que a luta, a felicidade e o amor por estes bebês são imensos.

Mesmo nos casos em que o material genético é doado, seja o esperma ou o óvulo, não tem nada de ilegal nisso. Vivemos em uma democracia, ou não?

Pois bem, voltando ao meu caso, o primeiro resultado do tratamento foi ausência de embrião. Isto é, o meu bebezinho não se formou. Isso doeu bem mais do que os roxos que as injeções me deixaram. Na verdade, as injeções quase não doem, ficam esquecidas na memória, principalmente quando, num futuro não tão distante, são substituídas por uma grande e linda barriga.

Anúncios

4 comentários em “A primeira tentativa de engravidar

  1. Oi Ana, sou amiga da Ju e acabei de ter minhas gêmeas há dois meses. Adorei a ideia do blog e estou adorando acompanhar seus posts. Tenho curiosidade de saber como é a sua rotina com todos os seus filhos, em especial os três pequenos desde que eles saíram da maternidade. Aqui o que mais pega é o tempo gasto no processo das mamadas e sigo em busca de ideias que possam otimizar esse processo, principalmente nas madrugadas! Parabéns pelos seus lindos filhos e pelo blog. Beijos Dri

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi, Dri. Bem-vinda ao nosso blog. Fico feliz que esteja gostando. Pretendo escrever um post sobre a rotina deles. Mas, para adiantar, precisava saber se você amamenta ou oferece leite artificial. De qualquer forma, quando os bebês ainda não dormiam a noite toda, meu marido e eu dividíamos a noite. Isto é, até ás 2h da manhã ele oferecia as mamadas. Na próxima mamada da madrugada, eu cuidava sozinha dos três. Eu costumava tirar leite com a bomba de leite para deixar para ele oferecer. Algumas coisas que também otimizam as mamadas é já deixar as mamadeiras prontas, as bebês manterem a rotina de mamarem sempre nos mesmos horários (uma em seguida da outra), e as trocas também, sempre que possível, serem feitas antes das mamadas. Aqui em casa, tentamos fazer a mesma rotina todos os dias, na medida do possível. Faço consultas de rotinas personalizadas na residência ou pela internet se não resolver aqui. Pode continuar mandando comentários, sem problemas. Obrigada pela visita. Beijos.

      Curtir

  2. Oi Ana, achei muito legal a idéia do Blog. Estou no processo de FIV e não estou encontrando a sequência após a primeira tentativa de engravidar. Vc já escreveu todas até a chegada dos trigêmeos?

    Bjs,
    Tati

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s